---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Legislação

Lei Complementar 49/2017

Publicada em: 27 out 2017

Ementa: ALTERA A LEI COMPLEMENTAR Nº 044, DE 03 DE MARÇO DE 2.017 E ALTERA AS LEIS ORDINÁRIAS Nº 3.197/2007 E 3.469/2010 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.


Lei Complementar 049 - PLC 06.2017 - Alteração Reforma Administrativa e Cargos IPMM e PLASSMA
[345,8 KB] Baixar Arquivo

 

LEI COMPLEMENTAR Nº. 049

DE 23 DE OUTUBRO DE 2017

 

 

ALTERA A LEI COMPLEMENTAR Nº 044, DE 03 DE MARÇO DE 2.017 E ALTERA AS LEIS ORDINÁRIAS Nº 3.197/2007 E 3.469/2010 E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

 

 

O Prefeito do Município de Mafra, Wellington Roberto Bielecki, faz saber a todos os habitantes do Município que a Câmara Municipal aprovou e ele sanciona a seguinte Lei Complementar:

 

Art. 1º As alíneas “a” e “b”, do inciso I, do §1º, do art. 6º, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 6º.

[...]

I – [...]

a) Assessor(a) de Procuradoria, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e carga horária correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, ao qual compete:

1) Assessorar as atividades da Procuradoria Geral do Município e demais órgãos que a compõem;

2) Elaborar e controlar a agenda do Procurador Geral do Município junto aos órgãos internos do Município e demais atividades;

3) Minutar documentos, peças processuais e pareceres da Procuradoria Geral do Município;

4) Estabelecer a aproximação dos expedientes entre o Procurador Geral do Município e os demais órgãos jurídicos do Município.

5) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Procurador Geral do Município.

b) Subassessor(a) de Procuradoria, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e carga horária correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, ao qual compete:

1) Assessorar as atividades da Procuradoria Geral do Município e demais órgãos que a compõem.

2) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Procuradoria;

3) Controlar, em conjunto com os procuradores municipais, a pauta de audiências, prazos e demais expedientes processuais;

4) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Procuradoria Geral tenha participação.

5) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Procurador Geral do Município.

 

Art. 2º O inciso II, do art. 9º, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 9º.

[...]

II – Divisão de Ouvidoria, subordinada a Diretoria de Ouvidoria e composta pelo(a) Chefe de Ouvidoria, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Prefeito, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e carga horária correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, ao qual compete:

a) Assessorar o Diretor de Ouvidoria no desempenho de suas funções;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Diretoria de Ouvidoria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos em que a Diretoria de Ouvidoria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Diretor de Ouvidoria;

 

Art. 3º O inciso III, do art. 12, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 12.

[...]

III – Pelo(a) Assistente de Gabinete, subordinado ao Chefe de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e carga horária correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

Art. 4º Os incisos I, VIII, X e XII, do art. 14, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 14.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

[...]

VIII - Divisão de Defesa do Consumidor, subordinada a Diretoria de Defesa do Consumidor, composta pelo(a) Chefe de Divisão de Defesa do Consumidor, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades da Diretoria no desempenho de suas atribuições;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Diretoria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Diretoria tenha participação;

d) Elaborar relatórios estatísticos contínuos de atendimentos realizados pela Diretoria, bem como do andamento destes;

e) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Diretor.

[...]

X – Gerencia de Empreendedorismo e Inovação, subordinada a Diretoria de Desenvolvimento Econômico, composta do(a) Gerente de Empreendedorismo e Inovação, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades da Diretoria no desempenho de suas atribuições;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Diretoria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Diretoria tenha participação;

d) Elaborar relatórios estatísticos contínuos de atendimentos realizados pela Diretoria, bem como do andamento destes;

e) Elaborar relatórios estatísticos acerca do Desenvolvimento Econômico do Município, bem como do andamento destes;

f) Promover estudos visando atrair novos investimentos ao Município;

g) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Diretor.

[...]

XII - Divisão de Turismo, subordinada a Diretoria de Turismo, composta pelo(a) Chefe de Divisão de Turismo, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) auxiliar os trabalhos de planejamento e execução das atividades turísticas do Município.

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Diretoria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Diretoria tenha participação;

d) Buscar o fomento das atividades turísticas junto as instituições, empresas e munícipes;

e) Elaborar relatórios estatísticos acerca da atividade turística do Município;

f) Promover estudos visando atrair novos investimentos turísticos ao Município;

g) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Diretor.

 

Art. 5º. O inciso I, do art. 16, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 16.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

Art. 6º. Os incisos I, IV, VI, IX e XI, do art. 18, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 18.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

[...]

IV – Gerencia de Contabilidade e Administração Financeira, subordinada a Diretoria de Contabilidade e Administração Financeira e composta pelo(a) Gerente de Contabilidade e Administração Financeira, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Elaborar a proposta de programação orçamentária e financeira de desembolso dos órgãos e entidades integrantes do orçamento estadual;

c) Planejar, organizar, coordenar e executar, em conjunto com a respectiva Diretoria, as atividades relacionadas com a programação orçamentária e financeira de desembolso no âmbito do Poder Executivo Estadual;

d) Elaborar informações gerenciais referentes às despesas de custeio e de investimento;

e) Desenvolver outras atividades relacionadas com a programação financeira, de desembolso e o controle das despesas públicas estaduais, no âmbito de sua competência.

f) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

[...]

VI – Gerencia de Controle Tributário, subordinada a Diretoria de Controle Tributário e composta pelo(a) Gerente de Controle Tributário, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria no desempenho de suas atividades e atribuições;

b) Desenvolver mecanismos simplificados de informações, objetivando instruir e orientar os contribuintes;

c) Controlar e fiscalizar a concessão de benefícios e isenções fiscais, estabelecendo sistema de acompanhamento;

d) Promover reuniões e conferências com a finalidade de fortalecer as relações e possibilitar o conhecimento, o estudo e a divulgação de projetos e atividades de interesse comum do fisco e do contribuinte;

e) Inventariar, atualizar e organizar o cadastro geral de contribuintes;

f) Realizar estudos periódicos sobre os tributos em geral, bem como os casos de isenção, incentivos ou outros regimes especiais de tributação;

g) Planejar e implantar ações visando ao incremento da arrecadação tributária;

h) Analisar e emitir parecer em processo relacionado aos recursos administrativos tributários;

i) Constituir grupos de especialistas setoriais, com base em estudos econômicos e fiscais, objetivando a eficácia dos serviços de fiscalização e arrecadação; e

j) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

[...]

IX – Gerencia de Estratégia e Orçamento, subordinada a Diretoria de Estratégia e Orçamento e composta pelo(a) Gerente de Estratégia e Orçamento, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Colaborar na elaboração da proposta de programação orçamentária e financeira de desembolso dos órgãos e entidades integrantes do orçamento;

c) Elaborar informações gerenciais referentes às despesas de custeio e de investimento;

d) Desenvolver outras atividades relacionadas com a programação financeira de desembolso e o controle das despesas públicas estaduais, no âmbito de sua competência.

e) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

[...]

XI – Gerencia de Cadastro, Dívida Ativa e Relacionamento, subordinada a Diretoria de Cadastro, Dívida Ativa e Relacionamento e composta pelo(a) Gerente de Cadastro, Dívida Ativa e Relacionamento, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Coordenar o recebimento dos créditos tributários inscritos ou não em dívida ativa;

c) Realizar, juntamente com a respectiva Diretoria, os trabalhos de recuperação de créditos realizados por grupo especialista de cobrança;

d) Manter o controle sobre o sistema de arrecadação de tributos estaduais, a recuperação e cobrança dos créditos fiscais e demais receitas, em articulação com as Gerências Regionais da Fazenda Estadual, Diretorias da Secretaria e demais órgãos estaduais;

e) Promover a inscrição em dívida ativa de créditos de natureza não tributária, de devedores inadimplentes e enviar à Procuradoria Geral do Município para cobrança judicial;

f) Coordenar e controlar os registros dos créditos tributários inscritos em dívida ativa, certidões negativas ou positivas de débitos com a Fazenda Estadual;

g) Emitir pareceres em processos referentes à restituição de valores pagos indevidamente a título de tributo, inclusive acréscimos, cancelamento de certidão de dívida ativa ou notificação fiscal, parcelamentos e demais situações previstas na legislação ou em cumprimento a decisões judiciais;

h) Prestar informações aos contribuintes, quando necessário, relativas a crédito tributário; e

i) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

 

                    Art. 7º. Os incisos I, IX e XI do art. 20, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 20.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

[...]

IX – Divisão de Cultura, subordinada a Diretoria de Cultura e composta pelo(a) Chefe de Divisão de Cultura, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Auxiliar os trabalhos de planejamento e execução das atividades culturais do Município;

c) Administrar da Biblioteca, os Museus e Banda Municipal;

d) Organizar e proteger o acervo de documentos, peças e artigos significativos de valor cultural, artístico e histórico;

e) Participar ativamente na elaboração do calendário de eventos culturais do Município;

f) Promover o resgate da historia do Município e manter a Casa da Cultura;

g) Elaborar sugestões, enviando a respectiva Diretoria, quanto a decretação de preservação pública permanente de áreas ou sítios especiais a cultura e história;

h) Manter arquivo das atividades desenvolvidas pelo Departamento;

i) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

[...]

XI – Gerencia de Esportes, subordinada a Diretoria de Esportes e composta pelo(a) Gerente de Esportes, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-4 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Auxiliar os trabalhos de planejamento e execução das atividades desportivas do Município.

c) Estimular e organizar o esporte amador do Município;

d) Promover e estimular a organização comunitária, objetivando a instituição de associações com fins desportivos, recreativos e de lazer;

e) Organizar e estimular as competições desportivas entre as entidades organizadas no Município;

f) Articular-se com entidades públicas e privadas para a obtenção de recursos para subsidiar o desporto municipal;

g) Participar ativamente na elaboração do calendário desportivo do Município;

h) Estimular a prática de educação física formal e informal;

i) Manter arquivo, controle e registro das atividades desenvolvidas pela respectiva Diretoria;

j) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Diretor.

 

Art. 8º. O inciso I, do art. 22, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 22.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

                    Art. 9º. Os incisos I e III do art. 24, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 24.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

[...]

III - Subdiretoria de Obras e Serviços, subordinada a Diretoria de Obras e Serviços Públicos e composta pelo(a) Subdiretor(a) de Obras e Serviços Públicos, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-3 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar a Diretoria em todas as suas atividades e competências;

b) Promover a execução das obras definidas nos projetos de edificação de prédios e praças públicas;

c) Promover a execução das obras necessárias para recuperação e manutenção dos prédios e praças públicas;

d) Manter controle de utilização de material na edificação, recuperação e manutenção de prédios e praças públicas, objetivando a racionalização de consumo;

e) Administrar, zelar e controlar os veículos, equipamentos, e materiais utilizados nos serviços da respectiva Secretaria;

 f) Executar outras atribuições afins determinadas ou delegadas pelo Secretário.

 

Art. 10. O inciso I, do art. 26, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 26.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

Art. 11. O caput, incisos XVIII e XIX do art. 27 da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação:

 

Art. 27. A Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, órgão de atividade fim, ligado diretamente ao Gabinete do Prefeito, ao qual, dentro de sua estrutura organizacional, compete executar a Política Municipal de Assistência Social e da Habitação, promovendo a sua integração ao mercado de trabalho, competindo-lhe especificamente:

[...]

XVIII – executar a Política Municipal da área em consonância com a legislação vigente, especialmente a Lei Municipal nº 4.091 de 03 de março de 2.015;

XIX - promover, em consonância com as políticas de Parcelamento do Solo e de Habitação Popular a melhoria das condições de Moradia da população em vulnerabilidade social do Município;

 

Art. 12. Os incisos I, II, III, IV, V, VI e VII do art. 28, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passam a vigorar com a seguinte redação:

 

Art. 28.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) Assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) Realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

II – Diretoria de Assistência Social, composta pelo(a) Diretor(a) de Assistência Social, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-2 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) organizar, planejar e monitorar, na íntegra, a execução da política municipal de Assistência Social, incluindo a efetivação dos seus serviços, programas, projetos e benefícios;

b) monitorar a elaboração de instrumentos de planejamento e orçamento próprios da Política de Assistência Social;

c) monitorar a execução orçamentária e financeira do Fundo Municipal de Assistência Social e demais Fundos vinculados a Secretaria;

d) coordenar a execução da vigilância sócio-assistencial, efetivada através da produção, sistematização e análise de informações da rede municipal de Assistência Social;

e) gerenciar o Sistema de Informações do SUAS, sistematizando dados e a execução das ações que permitam o registro, a administração e a disseminação das informações acerca dos usuários;

f) realizar a gestão laboral da Secretaria, efetivando o planejamento e a organização das ações realtivas à valorização do trabalhador e à estruturação dos processos internos de trabalho;

g) supervisionar os órgãos e serviços da Secretaria Municipal;

h) exercer outras atividades relacionadas ao e que lhe forem atribuídas pelo Secretário Municipal de Assistência Social e Habitação.

III - Divisão de Gestão do Cadastro Único, subordinada a Diretoria de Assistência Social e composta pelo(a) Chefe de Divisão de Gestão do Cadastro Único, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) coordenar os programas, projetos, serviços e benefícios sociais relacionados ao Cadastro Único dos Programas Federais;

b) zelar pela qualidade e eficiência dos serviços prestados no acolhimento dos cidadãos junto à inscrição do Cadastro Único;

c) garantir condições para o adequado funcionamento do Cadastro Único;

d) realizar monitoramentos da continuidade deste cadastro garantindo o recebimento dos recursos financeiros para apoio a gestão;

e) acessar e explorar os sistemas utilizados na Gestão do Cadastro Único;

f) efetivar a articulação entre as áreas da assistência social e outras com os usuários do Cadastro Único;

g) coordenar e planejar as ações de fiscalização, revisão e averiguação cadastral;

h) exercer outras atividades relacionadas ao e que lhe forem atribuídas pelo Secretário Municipal de Assistência Social e Habitação.

IV - Divisão de Gestão do Sistema Único de Assistência Social, subordinada a Diretoria de Assistência Social e composta pelo(a) Chefe de Divisão de Gestão do Sistema Único de Assistência Social, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) elaborar instrumentos de planejamento e orçamento próprios da Política Municipal de Assistência Social;

b) operacionalizar a execução orçamentária e financeira do Fundo Municipal de Assistência Social e outros Fundos vinculados a Secretaria Municipal;

c) operacionalizar e alimentar o Sistema de Informações do SUAS;

d) participar das atividades de apoio às instâncias de deliberação e controle social;

e) desenvolver outras atividades relacionadas e de interesse da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, que lhe sejam atribuídas pela autoridade competente.

V - Divisão de Proteção Social Básica, subordinada a Diretoria de Assistência Social e composta pelo(a) Chefe de Proteção Social Básica, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) coordenar as rotinas administrativas, os processos de trabalho e os recursos humanos do(s) CRAS e suas unidades referenciadas;

b) articular, acompanhar e avaliar a implementação dos programas, serviços, projetos de proteção social básica operacionalizadas nas unidades municipais;

c) coordenar a execução e o monitoramento dos serviços, o registro de informações e a avaliação das ações, programas, projetos, serviços e benefícios;

d) participar da elaboração, acompanhando e avaliando os fluxos e procedimentos para garantir a efetivação da referência e contrarreferência;

e) coordenar a execução das ações, de forma a manter o diálogo e garantir a participação dos profissionais, bem como das famílias inseridas nos serviços ofertados pelo(s) CRAS e pela rede prestadora de serviços;

f) definir, com participação da equipe de profissionais, os critérios de inclusão, acompanhamento e desligamento das famílias, dos serviços ofertados no(s) CRAS;

g) coordenar a definição, junto da equipe de profissionais e representantes da rede sócio-assistencial do território, o fluxo de entrada, acompanhamento, monitoramento, avaliação e desligamento das famílias e indivíduos nos serviços de proteção social básica da rede;

h) promover a articulação entre os serviços, a transferência de renda e os benefícios socioassistenciais na área da abrangência do(s) CRAS;

i) contribuir para a avaliação da eficácia, eficiência e dos impactos dos programas, serviços e projetos na qualidade de vida dos usuários;

j) mapear as ações de articulação da rede socioassistencial no território de abrangência do(s) CRAS e fazer a gestão local desta rede;

k) coordenar a alimentação de sistemas de informação de âmbito local e o envio regular das informações da rede;

l) participar dos processos de articulação intersocial no território do(s) CRAS;

m) averiguar as necessidades de capacitação da equipe de referência e informar a Secretaria Municipal;

n) planejar e coordenar o processo de busca ativa no território de abrangência do(s) CRAS, em consonância com as diretrizes municipais;

o) desenvolver outras atividades relacionadas e de interesse da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, que lhe sejam atribuídas pela autoridade competente.

VI - Divisão de Proteção Social Especial de Média Complexidade, subordinada a Diretoria de Assistência Social e composta pelo(a) Chefe de Divisão de Proteção Social Especial de Média Complexidade, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) coordenar as rotinas administrativas, os processos de trabalho e os recursos humanos do CREAS;

b) participar da elaboração, acompanhamento, implementação e avaliação dos fluxos e procedimentos adotados, visando garantir a efetivação das articulações necessárias;

c) subsidiar e participar da elaboração dos mapeamentos da área de vigilância socioassistencial da Secretaria Municipal;

d) coordenar a relação cotidiana e o processo de articulação cotidiana do(s) CREAS com as demais unidades de serviços socioassistenciais;

e) definir com a equipe de profissionais a dinâmica, os processos de trabalho, as estratégias, ferramentas metodológicas a serem desenvolvidos no CREAS, bem como os critérios de inclusão, acompanhamento, encaminhamento, e desligamento dos usuários e suas famílias;

f) coordenar a execução das ações, assegurando diálogo e possibilidades de participação dos profissionais e dos usuários;

g) coordenar a oferta e o acompanhamento dos serviços, incluindo o monitoramento dos registros e informações e da avaliação das ações desenvolvidas;

h) coordenar os encaminhamentos à rede e seu acompamento;

i) desenvolver outras atividades relacionadas e de interesse da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, que lhe sejam atribuídas pela autoridade competente.

VII - Divisão de Proteção Social Especial de Alta Complexidade,, subordinada a Diretoria de Assistência Social e composta pelo(a) Chefe de Divisão de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-5 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) coordenar as rotinas administrativas, os processos de trabalho e os recursos humanos do(s) Abrigo(s) Institucional(is) do Município e dos seus abrigados;

b) garantir a execução, em conjunto com a equipe técnica e demais colaboradores, do Projeto político pedagógico do(s) Abrigo(s) do Município;

c) realizar a articulação da rede de serviços e do Sistema de Garantia de Direitos;

d) participar de reuniões de planejamento promovidas pela Secretaria Municipal e representá-la quando solicitado;

e) identificar as necessidades de capacitação da equipe e informar a Secretaria Municipal;

f) coordenar o Serviço de Proteção em Situações de Calamidades Públicas e Emergências, quando necessária sua execução;

g) desenvolver outras atividades relacionadas e de interesse da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, que lhe sejam atribuídas pela autoridade competente.

[...]

 

Art. 13. O inciso I, do art. 30, da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017 passa a vigorar com a seguinte redação, acrescidos das respectivas alíneas:

 

Art. 30.

[...]

I - Assessoria de Gabinete, composta pelo(a) Assistente de Gabinete, sendo este cargo de provimento em comissão, de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal, com vencimento correspondente ao nível CC-6 e regime de trabalho de dedicação integral, correspondente a 40 (quarenta) horas semanais, sem direito a remuneração extra, ao qual compete:

a) assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete da Secretaria;

b) realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pela Secretaria;

c) tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

d) executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

                    Art. 14. Fica acrescido o inciso VII e suas respectivas alíneas ao art. 37 da Lei Complementar nº 044 de 03 de março de 2.017, o qual com a seguinte redação:

 

Art. 37

[...]

VII – Coordenadores dos Programas Federais implantados junto a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Cultura, sendo estas funções gratificadas que poderão ser exercidas por servidores municipais efetivos, os quais serão remunerados em valor correspondente ao nível FG-1, ficando a execução de tais atribuições vinculadas a responsabilidade técnica e exigências do respectivo conselho de classe, nos seguintes casos:

a) 01 (uma) Coordenação do Censo Escolar – EDUCACENSO;

b) 01 (uma) Coordenação do Bolsa Família/Frequência Escolar;

c) 01 (uma) Coordenação do Sistema de Gestão de Prestação de Contas do Programa Dinheiro Direto a Escola – PDDE;

d) 01 (uma) Coordenação do Programa Dinheiro Direto a Escola – PDDE Interativo;

e) 01 (uma) Coordenação do Plano de Ações Articuladas – PAR;

f) 01 (uma) Coordenação do Programa Nacional de Tecnologia Educacional – PROINFO Integrado;

g) 01 (uma) Coordenação do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação – SIMEC;

h) 01 (uma) do Sistema de Gestão de Prestação de Contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE;

i) Coordenador do Sistema de Gestão de Prestação de Contas do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNATE;

 

Art. 15. O art. 9º da Lei Municipal nº. 3.469, de 02 de março de 2010, que ‘Cria estrutura para Administração do Plano de Assistência à Saúde do Servidor e desvincula-o da Seguridade Social e dá outras providências’, passa a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 9º O Quadro de Servidores que constituirão a Diretoria Executiva do Plano de Assistência à Saúde dos Servidores Municipais de Mafra - PLASSMA será composto dos seguintes cargos:

I - 01 (um) Diretor Médico Auditor, ao qual compete:

a) assistir/Auxiliar a Diretoria Executiva nas informações médicas ocasionalmente necessárias;

b) disciplinar e fiscalizar os atos médicos solicitados e praticados pelos serviços/médicos contratados;

c) controlar e avaliar os recursos e procedimentos adotados,usando resolubilidade e a melhor qualidade na prestação dos serviços médicos;

d) buscar conhecimento técnico, pleno e integrado da área médica;

e) solicitar por escrito, quando julgar necessário, ao médico assistente credenciado, os esclarecimentos necessários ao exercício de suas atividades;

f) analisar as contas- nota Fiscal- Faturas dos serviços médicos, quando da apresentação e cobrança;

g) acompanhar procedimentos médicos, desde que autorizado pelo paciente e ou médico assistente;

h) zelar pela conduta ética dos serviços e profissionais credenciados;

II - 01 (um) Diretor Financeiro, ao qual compete:

a) administrar os recursos disponíveis, resultante das receitas que auferir;

b) elaborar o orçamento e demais planos anuais e plurianuais e submeter à apreciação do Conselho Fiscal;

c) autorizar os pagamentos em geral;

d) prover os cargos e funções do PLASSMA, bem como praticar todos os atos relativos à vida funcional dos servidores, na forma legal;

e) expedir as resoluções, portarias e ordens de serviço, necessárias ao cumprimento das finalidades do PLASSMA;

f) movimentar contas bancárias, solicitar extratos, autorizar aplicações e transferências mediante débito em conta-corrente;

g) atribuir gratificações, fixar diárias e arbitrar ajuda de custo juntamente com a diretoria executiva do PLASSMA;

h) convocar e presidir reuniões da diretoria;

i) elaborar e submeter à apreciação do Conselho Fiscal para análise balancetes mensais e balanço e relatórios anuais;

j) recorrer das decisões do Conselho Fiscal;

k) assinar cheques, bem como documentos e contratos referente ao PLASSMA;

l) autorizar despesas do PLASSMA através de solicitação própria do interessado;

m) apresentar anualmente relatório escrito aos segurados do PLASSMA, das atividades e atos realizados pela administração do exercício anterior;

n) analisar os balancetes anuais e os balancetes mensais do PLASSMA;

o) praticar os atos administrativos de gestão necessários para assegurar a consecução das atividades do PLASSMA;

p) coordenar todos os registros e controle dos servidores do PLASSMA;

q) coordenar o desenvolvimento de sistemas informatizados que objetivem a transparência e a agilização de suas atribuições;

r) coordenar o registro e atualização dos segurados do PLASSMA e a documentação e arquivos dos respectivos segurados;

s) expedir declarações, ofícios, memorandos e outros documentos e expedientes;

t) participar de reuniões com os segurados e com os membros do Conselho e da Diretoria do PLASSMA;

u) apresentar propostas de alteração e adequação do PLASSMA às legislações existentes;

III - 01 (um) Assistente de Gabinete, ao qual compete:

a) assessorar as atividades desempenhadas pelo Gabinete do PLASSMA;

b) realizar o controle dos documentos recebidos e enviados pelo PLASSMA;

c) tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos em que o PLASSMA tenha participação.

d) executar outras atribuições afins determinadas pelo Gestor do PLASSMA;

IV - 01 (um) Diretor Técnico e Auditor Odontológico, ao qual compete:

a) realizar Auditoria Prévia dos procedimentos odontológicos solicitados pelos profissionais credenciados, devendo autorizar ou negar tal procedimento antes de sua realização.

b) realizar Auditoria Pós - Procedimento, quando julgar necessário, verificando a correta conclusão dos procedimentos.

c) receber as Notas Fiscais de Serviço e encaminhá-las ao Setor Financeiro do PLASSMA, verificando as fichas de controle dos procedimentos que foram autorizados e concluídos, para fins de pagamento.

d) glosar Total ou Parcial, os procedimentos não autorizados ou os que não cumpram com as normas e coberturas estabelecidas no Edital de Credenciamento.

e) participar das Reuniões da Comissão de Credenciamento e quando convocado prestar esclarecimentos ao Conselho Fiscal.

f) assistir/Auxiliar a Diretoria Executiva nas informações ocasionalmente necessárias;

g) controlar e avaliar os recursos e procedimentos adotados,usando resolubilidade e a melhor qualidade na prestação dos serviços odontológicos;

h) quando julgar necessário solicitar por escrito, ao profissional credenciado os esclarecimentos necessários ao exercício de suas atividades;

i) zelar pela conduta ética dos serviços e profissionais credenciados.

§ 1º Os cargos previstos nos incisos I, II, III e IV do caput deste artigo terão seu vencimento correspondente ao:

I - nível salarial CC-2, com carga horária de 20 (vinte) horas semanais para os cargos dos incisos II e IV e 40 (quarenta) horas para o cargo previsto no inciso I;

II - nível salarial CC-6, com carga horária de 40 (quarenta) horas semanais para o cargo do inciso III.”

§ 2º  Outros cargos da Administração do PLASSMA, que deverão ser providos através de Concurso Público:

I - 01 (uma) vaga de Auxiliar de Serviços;

II - 02 (duas) vagas de Agente Administrativo.

 

Art. 16. Inclui-se o Anexo II-A - Quadro de Pessoal do Plano de Assistência à Saúde do Servidor de Mafra - PLASSMA à Lei Municipal nº. 3.197, de 19 de junho de 2007, que ‘Institui o Plano de Carreira, Cargos, Vencimentos e Desenvolvimento Funcional do Município de Mafra e dá outras providências’, que passa a vigorar com a seguinte redação:

 

ANEXO II - A

Quadro de Pessoal do PLASSMA

 

CARGOS DE PROVIMENTO EM COMISSÃO

 

CARGO

VENCIMENTO

QUANTIDADE

Diretor Médico Auditor

CC - 3

01

Diretor Financeiro

CC - 3

01

Diretor Técnico e Auditor

Odontológico

CC - 3

01

Assistente de Gabinete

CC - 5

01

 

CARGOS EFETIVOS

 

CARGO

VENCIMENTO

QUANTIDADE

Auxiliar de Serviços

1-A (inicial)

01

Agente Administrativo

1-C (inicial)

02

 

Art. 17. O art. 55 da Lei Municipal nº. 2.571, de 22 de novembro de 2001, que ‘Dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Mafra, e altera o IPMM - Instituto de Previdência do Município de Mafra’, passa a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 55. O quadro de servidores que constituirão a diretoria executiva do Instituto será composto dos seguintes cargos:

I - 01 (um) Diretor Presidente;

II - 01 (um) Gerente Financeiro;

III - 01 (um) Gerente Administrativo;

IV - 01 (um) Assessor Jurídico, devendo o nomeado possuir, para o exercício deste cargo, habilitação profissional de bacharelado em direito e estar inscrito junto a Ordem dos Advogados do Brasil, Subseção de Santa Catarina.

V - Chefe de Divisão Administrativa e Financeira do IPMM.

Parágrafo único.  Os cargos previstos no caput deste artigo serão de provimento em comissão de livre nomeação e exoneração do Chefe do Poder Executivo Municipal e terão carga horária de 40 (quarenta) horas semanais, e sua remuneração conforme quadro constante no Anexo Único desta Lei.

 

Art. 18. Inclui-se o art. 57-B à Lei Municipal nº. 2.571, de 22 de novembro de 2001, que ‘Dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Mafra, e altera o IPMM - Instituto de Previdência do Município de Mafra’, que passa a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 57-B. Compete ao Assessor Jurídico:

I - assessoria jurídica na área de previdência municipal, incluindo análise da legislação vigente do RPPS, visando adequação as normas estabelecidas pelo Governo Federal;

II - elaboração de pareceres nos processos de benefícios, solicitados pelos segurados do IPMM;

III - oferecer subsídios necessários para solucionar os recursos interpostos contra o RPPS/IPMM;

IV - elaboração de pareceres solicitados pela Diretoria Executiva da Autarquia e Conselhos Administrativo e Fiscal, referente aos assuntos relacionados ao RPPS;

V - elaboração e defesa, em juízo ou fora dela do RPPS/IPMM, bem como junto ao Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina.”

 

Art. 19. Inclui-se o art. 57-C à Lei Municipal nº. 2.571, de 22 de novembro de 2001, que ‘Dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Mafra, e altera o IPMM - Instituto de Previdência do Município de Mafra’, que passa a vigorar com a seguinte redação:

 

“Art. 57-C. Compete ao Chefe de Divisão Administrativa e Financeira do IPMM:

I – Chefiar a área administrativa e financeira do IPMM, mantendo a documentação das duas esferas em ordem;

II – Auxiliar diretamente aos Gerentes Financeiro e Administrativo, oferecendo-lhes suporte necessário ao cumprimento das atividades das duas gerências;

III - Tramitar junto aos órgãos municipais os processos administrativos do Poder Executivo Municipal em que a Secretaria tenha participação.

IV – Manter em dia as correspondências enviadas e recebidas, em ordem cronológica e de forma a serem facilmente localizadas;

V – Por determinação do Diretor Presidente, manter informados os Conselhos Administrativo e Fiscal do andamento das atividades do Instituto de Previdência;

VI - Executar outras atribuições afins determinadas pelo Secretário Municipal.

 

Art. 20. Fica revogado o parágrafo único do art. 64 da Lei Municipal nº. 2.571, de 22 de novembro de 2001, que ‘Dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Mafra, e altera o IPMM - Instituto de Previdência do Município de Mafra’.

 

Art. 21. O Quadro de Servidores do IPMM - Cargos Comissionados, constante do Anexo Único da Lei Municipal nº. 2.571, de 22 de novembro de 2001, que ‘Dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Município de Mafra, e altera o IPMM - Instituto de Previdência do Município de Mafra’ passa a vigorar com a seguinte redação:

 

CARGOS DE PROVIMENTO

EM COMISSÃO

SIGLA

Diretor Presidente

CC-1

Assessor Jurídico

CC-2

Gerente Financeiro

CC-4

Gerente Administrativo

CC-4

Chefe de Divisão Administrativa e Financeira do IPMM

CC-5

 

Art. 21. Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

 

Art. 22. Ficam revogadas todas as disposições em contrário.

 

Mafra, 23 de outubro de 2017.

 

 

 

WELLINGTON ROBERTO BIELECKI

Prefeito Municipal

 


Não existem arquivos anexos


Relacionamento Norma
Altera Lei Complementar 044/2017