---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

culturamafra
Ucranianos da região contam com Associação Ucraniana Catarinense Ivan Frankó para representá-los

Publicado em 28/06/2019 às 14:13 - Atualizado em 08/07/2019 às 13:42

Vinisia Bossi e sua família vestindo camisas bordadas representativas da cultura Ucraniana Baixar Imagem

Desde 2017, os descendentes ucranianos de Santa Catarina, mais fortemente verificados na região do Planalto Norte - de Santa Terezinha a Três Barras - possuem uma associação que os representa e que tem por objetivo incentivar e promover projetos na área da cultura ucraniano-brasileira. Trata-se da Associação Ucraniana Catarinense Ivan Frankó, (УКРАЇНСЬКЕ ТОВАРИСТВО ім. ІВАНА ФРАНКА У САНТА-КАТАРИНІ), criada a partir de encontro realizado no município de Papanduva, em março de 2017. Em setembro do mesmo ano, aconteceu a assembleia de constituição da associação, que tem como presidente Lecia Maria Labas. O Perfil Cultural desta semana vai mostrar as ações da associação, bem como alguns projetos que vem desenvolvendo para promover a cultura ucraniana. 

 

No Estado, os descendentes ucranianos somam aproximadamente 10 mil pessoas e a associação conta atualmente com 40 membros, distribuídos nos municípios de Mafra, Itaiópolis, Papanduva, Santa Terezinha e Três Barras. Desde sua fundação, promove eventos e atividades de incentivo à Cultura, como o 1º curso de idioma ucraniano no Estado, idealizado e colocado em prática com sucesso em Mafra, de março de 2018 a junho deste ano, cuja aula de encerramento se deu no sábado, dia 15.

 

Conforme explicações da presidente, outra turma poderá ser formada novamente, dependendo das manifestações de interesse. O curso foi realizado numa parceria entre a associação, a Secretaria Municipal de Educação - que apoiou oferecendo uma sala de aula na escola CEMMA – e a Universidade Estadual do Centro-Oeste do Paraná, através do Núcleo de Estudos Eslavos, que tem convênio oficial com a Universidade de Kiev.

 

No encerramento, o professor Clodogil Fabiano Ribeiro mandou mensagem aos participantes. “Em nome da equipe do Núcleo de Estudos Eslavos parabenizo a todos os participantes pelo empenho, pela dedicação e pela vontade de aprimorar o conhecimento do maravilhoso e melódico idioma ucraniano, traço fundamental da identidade cultural de um povo altivo e orgulhoso de suas belas tradições. Sigo disponível para auxiliá-los em futuras ações de preservação do patrimônio cultural. Щировітаювсіх”. A presidente Lecia Labas, agradeceu a todos os apoiadores do projeto.

 

Projetos de apoio à cultura ucraniano-brasileira

Dentre os vários objetivos da associação consta a promoção, apoio e divulgação de eventos relacionados à cultura ucraniano-brasileira.  Como explicou Lecia, a intenção é a realização de ações variando os municípios, como por exemplo, a primeira oficina de Páscoa, que foi realizada no ano passado em Santa Terezinha e que, no próximo ano, será repetida em outro município. “Procuramos realizar eventos nos diferentes municípios com representação na associação, buscando atender a todos de forma igualitária”, esclareceu.

 

No seu pouco tempo de vida pode-se dizer que a entidade conseguiu uma significativa vitória com a Lei Municipal nº 4.349, de 24 de julho de 2018, que instituiu o “Dia em memória  às vítimas do Holodomor no Município de Mafra. O “Holodomor” foi a grande  fome causada pelo regime comunista na Ucrânia, no período de 1931 a 1933, que dizimou  entre 6 a 10 milhões de ucranianos.

 

Ao comentar sobre a tarefa de manter vivas as tradições dos antepassados, Lecia Labas destacou que hoje “felizmente percebe-se uma nova geração que está mais orgulhosa da sua descendência e com vontade de preservar, manter os costumes, conhecer a culinária, a dança e o artesanato ucraniano, bem como demonstra maior vontade em permanecer na nossa região, herdando o mesmo ofício dos pais, ao contrário de gerações anteriores que saiam de suas casas, nas pequenas cidades, para estudar e seguir carreiras nos grandes centros”, concluiu.

 

Errata: onde consta que a Lei que reconheceu o Holodomor foi uma conquista da associação, leia-se conquista para associação e para toda comunidade Ucraniana, sendo uma iniciativa do vereador Dimas Humenhuk, grande entusiasta da cultura ucraniana.

 

Os interessados em manter contato com a associação podem fazê-lo pelo email: ucranianos.sc@gmail.com ou através dos telefones (47) 98409-5707 (Presidente) e 99123-4222 (Secretária).

 

Fale com a Prefeitura

Ouvidoria: 47 3641-4043 – ouvidoria@mafra.sc.gov.br

Site: www.mafra.sc.gov.br

A Prefeitura de Mafra fica na Av. Prefeito Frederico Heyse, 1386, Alto de Mafra. Telefone: 47 3641-4000.

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar